Fundação Cargill e USAID implementam tecnologia de saneamento básico da Embrapa em comunidade de Porto Velho (RO)

USAID, Fundação Cargill, Prefeitura de Porto Velho e a Embrapa Instrumentação Agropecuária apresentaram à comunidade rural de Porto Velho, uma tecnologia social cujo objetivo é tratar o esgoto familiar, reduzindo o impacto ambiental.

Brasília – A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a Fundação Cargill, em parceria com a Prefeitura de Porto Velho (RO) e Embrapa Instrumentação Agropecuária, (São Carlos-SP), apresentaram à comunidade da Associação de Produtores Rurais da Linha 28 de Novembro – ASPROL 28, uma tecnologia social cujo objetivo é tratar o esgoto sanitário familiar, reduzindo o impacto ambiental.

A cidade de Porto Velho foi escolhida por fazer parte do bioma amazônico, uma das áreas prioritárias para a Fundação Cargill

O evento aconteceu no dia 4 de março de 2010. A iniciativa, financiada pela USAID e executada pela Fundação Cargill, atenderá aproximadamente 20 famílias da comunidade. A tecnologia utilizada, também conhecida por “Fossa Séptica Biodigestora”, foi desenvolvida pela Embrapa Instrumentação Agropecuária e é uma forma simples de tratar o esgoto na zona rural.

Esse sistema de tratamento vai beneficiar o meio ambiente, de forma que a tubulação será desviada dos vasos sanitários sendo posteriormente transformada em adubo orgânico que servirá para as plantações, preparo de viveiros, entre outros, via processo de biodigestão, dessa forma o lençol fréatico não sofre contaminação.

A Embrapa cedeu a tecnologia para implementação e o apoio técnico e a prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, forneceu a mão-de-obra e o maquinário para a aplicação da tecnologia. A cidade de Porto Velho foi escolhida por fazer parte do bioma amazônico, uma das áreas prioritárias para a Fundação Cargill, além disso é uma região com alta demanda de saneamento básico.

A região linha 28 de Novembro apresenta as condições essenciais para o funcionamento da tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *