(Português) Consul: Consulado da Mulher aprova novos projetos que irão beneficiar empreendimentos populares no Rio de Janeiro, Bahia, Mato Grosso do Sul e em São Paulo

O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade, aprovou novos projetos de fomento à geração de trabalho e renda de importantes parceiros como SOS Mata Atlântica, Instituto Aliança, Associação Redes de Desenvolvimento da Maré, Arco Sertão e Fundação do Trabalho de Mato Grosso Sul, que beneficiarão mais de 350 pessoas. Essas organizações atuam em conjunto com o Consulado da Mulher por meio do Programa Usinas do Trabalho, cujo objetivo é fortalecer a atuação de instituições que já trabalham com o incentivo à geração de renda à pequenos empreendimentos de todo o Brasil.

Nos meses de abril e maio, as instituições contempladas receberão a  Metodologia de Assessoria a Empreendimentos Solidários, desenvolvida pelo Consulado da Mulher e certificada pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG. Com ela, poderão acompanhar, avaliar e trabalhar os pontos de desenvolvimento do empreendimento que apoiam a partir de quesitos como gestão financeira, relações de trabalho, princípios de autogestão e responsabilidade ambiental.Além disso, 77 eletrodomésticos Consul foram doados e irão permitir que empreendimentos de alimentação iniciem ou ampliem sua produção, pois, de outra forma, não teriam como realizar um investimento inicial suficiente para começar suas atividades. A SOS Mata Atlântica, por exemplo, que tem como missão contribuir com a proteção e recuperação dos mananciais da Guarapiranga e a melhoria da qualidade de vida de suas populações, recebeu dois fogões, três refrigeradores, um ar condicionado e um freezer. Com isso, a Fundação possibilitará que os grupos por ela assessorados possam fabricar alimentos e mantê-los conservados até o momento da venda.

Consulado da Mulher

O Instituto Consulado da Mulher é a ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade. O objetivo é que, com sua atividade empreendedora, possam gerar renda e proporcionar melhores condições de vida a elas e suas famílias.

O Consulado da Mulher conta com uma metodologia própria de assessoria a empreendimentos populares, reconhecida pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de oportunidades para mulheres brasileiras.

Presente em 20 Estados do País, o Consulado da Mulher assessora 169 empreendimentos populares, beneficiando diretamente 2688 mulheres e suas famílias. Desde sua fundação, em 2002, o Consulado já beneficiou mais de 30 mil pessoas.

Em 2011, o Instituto Consulado da Mulher recebeu o Prêmio Doar para Transformar do ELAS Fundo de Investimento Social, com o apoio do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), como “Melhor instituto com iniciativa apoiadora dos direitos humanos de meninas e mulheres de todo o território nacional” na categoria de pessoa jurídica.

Em 2010, o Consulado da Mulher foi escolhido pela Clinton Global Initiative (CGI), do ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, para participar do encontro anual, em Nova York, e expor seu modelo de atuação. O Encontro Anual da CGI é reconhecido por reunir, entre outros participantes, chefes de Estado, vencedores de prêmios Nobel da Paz, executivos, líderes de ONGs de atuação mundial e formadores de opinião para planejar projetos específicos de enfrentamento dos desafios econômicos, ambientais e sociais mais urgentes da atualidade.

Consulado da Mulher

O Instituto Consulado da Mulher é a ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade. O objetivo é que, com sua atividade empreendedora, possam gerar renda e proporcionar melhores condições de vida a elas e suas famílias.

O Consulado da Mulher conta com uma metodologia própria de assessoria a empreendimentos populares, reconhecida pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de oportunidades para mulheres brasileiras.

Presente em 20 Estados do País, o Consulado da Mulher assessora 169 empreendimentos populares, beneficiando diretamente 2688 mulheres e suas famílias. Desde sua fundação, em 2002, o Consulado já beneficiou mais de 30 mil pessoas.

Em 2011, o Instituto Consulado da Mulher recebeu o Prêmio Doar para Transformar do ELAS Fundo de Investimento Social, com o apoio do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), como “Melhor instituto com iniciativa apoiadora dos direitos humanos de meninas e mulheres de todo o território nacional” na categoria de pessoa jurídica.

Em 2010, o Consulado da Mulher foi escolhido pela Clinton Global Initiative (CGI), do ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, para participar do encontro anual, em Nova York, e expor seu modelo de atuação. O Encontro Anual da CGI é reconhecido por reunir, entre outros participantes, chefes de Estado, vencedores de prêmios Nobel da Paz, executivos, líderes de ONGs de atuação mundial e formadores de opinião para planejar projetos específicos de enfrentamento dos desafios econômicos, ambientais e sociais mais urgentes da atualidade.

Consulado da Mulher

O Instituto Consulado da Mulher é a ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade. O objetivo é que, com sua atividade empreendedora, possam gerar renda e proporcionar melhores condições de vida a elas e suas famílias.

O Consulado da Mulher conta com uma metodologia própria de assessoria a empreendimentos populares, reconhecida pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de oportunidades para mulheres brasileiras.

Presente em 20 Estados do País, o Consulado da Mulher assessora 169 empreendimentos populares, beneficiando diretamente 2688 mulheres e suas famílias. Desde sua fundação, em 2002, o Consulado já beneficiou mais de 30 mil pessoas.

Em 2011, o Instituto Consulado da Mulher recebeu o Prêmio Doar para Transformar do ELAS Fundo de Investimento Social, com o apoio do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), como “Melhor instituto com iniciativa apoiadora dos direitos humanos de meninas e mulheres de todo o território nacional” na categoria de pessoa jurídica.

Em 2010, o Consulado da Mulher foi escolhido pela Clinton Global Initiative (CGI), do ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, para participar do encontro anual, em Nova York, e expor seu modelo de atuação. O Encontro Anual da CGI é reconhecido por reunir, entre outros participantes, chefes de Estado, vencedores de prêmios Nobel da Paz, executivos, líderes de ONGs de atuação mundial e formadores de opinião para planejar projetos específicos de enfrentamento dos desafios econômicos, ambientais e sociais mais urgentes da atualidade.

Consulado da Mulher

O Instituto Consulado da Mulher é a ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade. O objetivo é que, com sua atividade empreendedora, possam gerar renda e proporcionar melhores condições de vida a elas e suas famílias.

O Consulado da Mulher conta com uma metodologia própria de assessoria a empreendimentos populares, reconhecida pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de oportunidades para mulheres brasileiras.

Presente em 20 Estados do País, o Consulado da Mulher assessora 169 empreendimentos populares, beneficiando diretamente 2688 mulheres e suas famílias. Desde sua fundação, em 2002, o Consulado já beneficiou mais de 30 mil pessoas.

Em 2011, o Instituto Consulado da Mulher recebeu o Prêmio Doar para Transformar do ELAS Fundo de Investimento Social, com o apoio do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), como “Melhor instituto com iniciativa apoiadora dos direitos humanos de meninas e mulheres de todo o território nacional” na categoria de pessoa jurídica.

Em 2010, o Consulado da Mulher foi escolhido pela Clinton Global Initiative (CGI), do ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, para participar do encontro anual, em Nova York, e expor seu modelo de atuação. O Encontro Anual da CGI é reconhecido por reunir, entre outros participantes, chefes de Estado, vencedores de prêmios Nobel da Paz, executivos, líderes de ONGs de atuação mundial e formadores de opinião para planejar projetos específicos de enfrentamento dos desafios econômicos, ambientais e sociais mais urgentes da atualidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>