Ford Brasil comemora dez anos de apoio à alfabetização solidária

A Ford Brasil e a Alfabetização Solidária (AlfaSol) realizaram no dia 23 de setembro a formatura da primeira turma de 120 alunos em Horizonte-CE

Aluna recebe o certificado de conclusão do programa

A Ford Brasil e a Alfabetização Solidária (AlfaSol) realizaram no dia 23 de setembro a formatura da primeira turma de 120 alunos patrocinada pela montadora na cidade de Horizonte, Ceará, onde opera a fábrica da Troller. O evento também marcou a comemoração de dez de apoio da Ford à AlfaSol e contou com a presença do prefeito de Horizonte, Manoel Gomes de Faria Neto, da coordenadora da AlfaSol, Elaine Barbiero, e do diretor de Operações da Troller, Wagner Conceição.

A AlfaSol é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que desde 1996 atua na alfabetização de jovens e adultos nas regiões mais carentes do Brasil. Nestes dez anos de parceria, a Ford já patrocinou o atendimento de 4.100 alunos, em 151 salas de aula nas cidades de Poço Redondo, em Sergipe, e Chorozinho e Horizonte, no Ceará.

“A educação é, ao lado do meio ambiente, uma das prioridades nas ações de Responsabilidade Social da Ford Brasil, pela sua importância na inclusão social e na qualidade de vida das comunidades. E a alfabetização ganha ainda mais importância nesse contexto, por ser o passo inicial do processo de educação. Temos muita satisfação em apoiar o trabalho da AlfaSol, que é reconhecido nacional e internacionalmente e tem trazido resultados significativos para as regiões nas quais está presente”, diz Marcos de Oliveira, presidente da Ford Brasil e Mercosul.

“Estamos muito satisfeitos em realizar um trabalho conjunto com a Ford, pois acreditamos que as parcerias entre os diferentes setores da sociedade são indispensáveis para o desenvolvimento social do País”, ressalta a superintente executiva da AlfaSol, Regina Célia Esteves de Siqueira.

Inclusão social

A AlfaSol tem como objetivo atuar nos municípios com maior índice de analfabetismo, de acordo com os dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município de Horizonte (CE), onde opera a fábrica da Troller, integrada ao grupo Ford em 2007, corresponde a esse perfil e passou a fazer parte do programa no ano passado.

Segundo o censo de 2000 do IBGE, o analfabetismo atinge cerca de 10% da população total no Brasil, o que equivale a 16,3 milhões de adultos e jovens com idade igual ou superior a 15 anos. Outro problema é o analfabetismo funcional, ou seja, pessoas que sabem assinar o nome mas não conseguem compreender textos, índice que chega a 27,8% da população. No plano internacional, o Brasil está no grupo das 11 nações com mais de 10 milhões de não alfabetizados, ao lado do Egito, Marrocos, China, Indonésia, Bangladesh, Índia, Irã, Paquistão, Etiópia e Nigéria.

O modelo de alfabetização adotado pela AlfaSol é simples, inovador e de baixo custo. Em 14 anos, a organização já atendeu 5,5 milhões de alunos em 2.123 municípios brasileiros e capacitou 255 mil alfabetizadores. Sua atuação é reconhecida pelo IBGE, que a apontou como uma das grandes responsáveis pela diminuição em 32,2% na taxa de analfabetismo no Brasil na última década. Além disso, nos municípios onde a AlfaSol está presente o número de pessoas que continuam a estudar também é muito maior.

Em 2003, a AlfaSol foi escolhida como um dos dez programas de alfabetização mais bem-sucedidos do mundo pela ONU. Em 2004, foi uma das vencedoras do Prêmio Rei Sejong de Alfabetização, que recompensa as melhores ações no mundo pela diminuição do analfabetismo. E em 2005, foi a primeira organização não-governamental brasileira a estabelecer relações formais com a Unesco, que reconheceu seu modelo bem-sucedido de parcerias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *