DOW COMEMORA 40 ANOS NA BAHIA

por | maio 24, 2017

Dow comemora 40 anos na Bahia

Neste período, criou iniciativas de apoio às comunidades, alinhadas às suas metas de sustentabilidade

Salvador, 23 de maio de 2017 – A Dow, empresa do setor químico, completou 40 anos de suas operações no Estado da Bahia. Hoje, o complexo é o maior da empresa no país, reunindo uma mineradora de salgema e três unidades operacionais: as fábricas de cloro-soda, óxido de propeno e propilenoglicol e um terminal marítimo, que movimenta cargas para os mercados brasileiro, dos Estados Unidos, Ásia, Europa e demais países da América Latina.

Uma das dimensões mais importantes da estratégia Dow é a gestão centrada nas pessoas. A empresa considera que o mais fundamental dos elementos não aparece na tabela periódica. Para a Dow, o elemento humano (Hu) é o único recurso capaz de criar vantagens competitivas e sustentáveis. A gestão de pessoas contempla a diversidade, a inclusão, o gerenciamento de desempenho e o desenvolvimento de lideranças, por isso, a prioridade é criar um ambiente de trabalho motivador e inovador para atrair e reter profissionais.

Durante essas quatro décadas, a empresa investiu em importantes projetos que contribuíram para o desenvolvimento econômico do estado da Bahia, bem como iniciativas de apoio às comunidades, alinhadas às suas metas de sustentabilidade. Essas ações buscam colocar em prática o compromisso da empresa para avançar o progresso humano e desenvolver comunidades sustentáveis, criando soluções que promovem o desenvolvimento econômico, a sustentabilidade e a educação, colaborando para a construção de comunidades socialmente saudáveis e resilientes. A estratégia de cidadania corporativa da Dow tem como objetivo promover mudanças significativas e de longo prazo para que as comunidades se envolvam em soluções integradas e colaborações multissetoriais.

Confira, abaixo, algumas das iniciativas desenvolvidas pela Dow na região:

Rede Matarandiba de Economia Solidária e Cultura (Ecosmar)

A Dow é uma das principais apoiadoras da Ecosmar, que apoia e fortalece ações de desenvolvimento social e econômico na comunidade de Matarandiba, no Munícipio de Vera Cruz (BA). A comunidade, que tem aproximadamente 900 habitantes, vem protagonizando uma experiência de desenvolvimento local, que vem não apenas fortalecendo sua economia, mas também preservando os recursos naturais e as manifestações culturais da região.

Passados nove anos do início do projeto, a comunidade conta com um sistema monetário próprio – a moeda social ‘Concha’ – e diversos empreendimentos solidários, como a Padaria Sonho Real e o Grupo de Turismo de Base Comunitária ViverTur, os mais recentemente inaugurados.

A Rede foi desenvolvida para aumentar a conscientização, a participação e o engajamento dos moradores de Matarandiba entorno dos problemas comuns que afetam as suas vidas, propondo e desenvolvendo iniciativas comunitárias e empreendimentos coletivos que pudessem contribuir, por exemplo, para a superação da baixa oportunidade de trabalho e renda e empobrecimento da comunidade. Assim, a organização da economia local e seu funcionamento foi redesenhada, se atentando também para o resgate e preservação da cultura local, unindo as dimensões econômica, política e cultural para essa estratégia de desenvolvimento local.

O Futuro começa em casa

A Dow e a organização Habitat para a Humanidade Brasil estão empenhadas em contribuir para a melhora das moradias precárias da comunidade Vila Esperança, em Candeias (BA). Há dois anos, “O Futuro Começa em Casa” tem beneficiado prioritariamente famílias com crianças em idade escolar, chefiadas por mulheres ou que possuam uma pessoa portadora de doença agravada pelo ambiente, e que ganhem até três salários mínimos.

Em 2016, o projeto mudou a vida de mais de 100 pessoas dessa comunidade, incluindo 46 crianças, e promoveu melhorias habitacionais em 30 moradias precárias e insalubres.  A ação contou com o apoio de 24 funcionários voluntários.

OGUNTEC

Realizado pela ONG Steve Biko, o projeto OGUNTEC comemora 15 anos lutando pela diminuição das diferenças entre estudantes negros e de outras etnias nas carreiras ciência e tecnologia. Neste ano, o projeto contará com o patrocínio da Dow para buscar soluções para a comunidade do Garcia, em Salvador. Através do projeto, alunos são desafiados a terem ideias inovadoras para lidar com questões socioambientais como o lixo, saneamento e energia elétrica.

A parceria com o projeto faz parte da estratégia de cidadania corporativa da Dow, que prevê, entre seus focos de atuação, desenvolver iniciativas que buscam despertar o interesse e melhorar a preparação dos alunos na área de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM), por meio do engajamento dos funcionários da empresa e de parcerias estratégicas.

Sobre as ações de cidadania da Dow

Ações de cidadania corporativa da Dow buscam colocar em prática o compromisso da empresa para avançar o progresso humano e desenvolver comunidades sustentáveis. Desta forma, a companhia desenvolve soluções na interseção entre a inovação, sustentabilidade e cidadania para identificar, entender e endereçar os desafios globais. Para isso, o Dow colabora com governos, ONGs, corporações e instituições educacionais para promover comunidades socialmente saudáveis e resilientes, ao mesmo tempo que reforça o sucesso nos negócios e trabalha em alinhamento com as Metas de Sustentabilidade 2025 da empresa.

A estratégia de Cidadania Corporativa da empresa é baseada em 3 pilares prioritários:

• Soluções para a Força de Trabalho – que inclui a capacitação de educadores para construir habilidade de ensino e desenvolver ações para melhorar a preparação e o interesse dos estudantes nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).

• Soluções de Negócios – este pilar é dividido em ações para aumentar a produtividade e evitar o desperdício de alimentos, fornecer acesso à água e reuso, oferecer eficiência energética e moradias a preços acessíveis.

• Soluções Comunitárias – envolve ações que contribuem para a saúde física e mental das comunidades, bem como sua segurança, o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente.

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *