JOVENS QUILOMBOLAS DE ORIXIMINÁ RECEBEM CAPACITAÇÃO PARA CONTAR SUAS HISTÓRIAS EM VÍDEOS

por | fev 6, 2018

O clichê “a internet é o mal do século” foi deixado de lado para, pelo menos, 30 jovens dos oito territórios quilombolas do município de Oriximiná, oeste do Pará. Eles participaram de uma oficina na última semana de janeira, que visou promover o empoderamento a partir do uso de plataforma virtual de vídeos.

A capacitação que foi realizada na comunidade de Jarauacá, localizada às margens do Rio Acapu, é parte do Programa Novas Tecnologias e Povos Tradicionais, da Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) em conjunto com a Google Earth Outreach, Agência de Desenvolvimento Internacional dos Estados Unidos (Usaid) e o Territórios Sustentáveis.

O programa já atua em várias regiões e tem objetivo de levar às comunidades parceiras instrumentos que oportunizam a divulgação de suas origens. “Nós estamos trabalhando com o Google Terra, ODK e o Youtube que são ferramentas de empoderamento para que o mundo possa ouvir a história quilombola”, explicou Muryel Arantes, coordenadora do Programa Novas Tecnologias YouTube Calha Norte.

A capacitação durou dois dias. Por meio de criação de um canal, técnicas básicas de filmagem, edição, publicação dos vídeos e potencialidade da ferramenta, os participantes distinguiram o papel do jovem como protagonista e a necessidade das parcerias para a realização de ações que possibilitem o empoderamento das comunidades.

Capacitação do Youtube durou dois dias na comunidade de Jarauacá, localizada às margens do Rio Acapu (Foto: Divulgação/Programa Territórios Sustentáveis )

Fonte: g1.globo.com

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe esse conteúdo: