MICROSOFT ANUNCIA VENCEDORES DA ETAPA LATINO-AMERICANA DA IMAGINE CUP

MICROSOFT ANUNCIA VENCEDORES DA ETAPA LATINO-AMERICANA DA IMAGINE CUP

A Microsoft anunciou nessa quinta-feira (24) os vencedores da etapa latino-americana da Imagine Cup, competição global da companhia que se propõe a transformar projetos acadêmicos em startups.

Entre os vencedores está o projeto Adam Robô, de Curitiba. Eranoi (México) e LEXA (Argentina) também garantiram uma vaga na final global que será realizada em Seattle, EUA, no mês de julho.

A grande campeã da Imagine Cup 2018 será premiada com mais de US$ 100 mil dólares, somando dinheiro, viagens e créditos em nuvem, como subsídio para desenvolvimento do projeto, além de mentoria de Satya Nadella, CEO da Microsoft.

“Foi uma etapa muito difícil de decidir, pois tivemos projetos inovadores em um nível que nos surpreendeu, especialmente porque temos três projetos focados em saúde e acessibilidade. Estamos com grandes expectativas para a final global”, comemora Rodrigo Dias, gerente de Programas Acadêmicos e Startups da Microsoft Brasil.

Ao todo, foram inscritos mais de 5 mil competidores e 183 projetos, sendo que estavam entre os selecionados 8 brasileiros, 3 mexicanos, 1 argentino e 1 chileno, de universidades públicas e privadas.

Os finalistas foram avaliados de acordo com critérios como inovação, caraterísticas técnicas, aplicabilidade e modelo de negócio. A banca julgadora foi formada por empresários e especialistas em startups.

Na lista abaixo, confira mais detalhes dos vencedores da Imagine Cup 2018, América Latina.

ADAM Robô – Centro Europeu (Brasil – PR)

A solução utiliza inteligência artificial para identificar problemas oftalmológicos como miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia (vista cansada), e oferece o resultado em até 5 minutos a preço acessível.

Eranoi – Instituto Tecnológico de Veracruz, Instituto Tecnológico de Culiacán, Universidad Insurgentes (México)

A solução é um sistema de monitoramento que mede, em tempo real, os sinais vitais de um paciente como temperatura, umidade, frequência cardíaca, oxigênio no sangue e atividade elétrica do coração por meio de máquina de aprendizado e inteligência artificial.

LEXA – ITBA (Argentina)

Usando a tecnologia de blockchain pública aberta, a solução armazena prescrições médicas, a fim de viabilizar as informações do paciente para futuras consultas e evitar fraudes.

Fonte: http://idgnow.com.br

+UNIDOS REÚNE EXECUTIVOS EM DEBATE SOBRE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

+UNIDOS REÚNE EXECUTIVOS EM DEBATE SOBRE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

Na última sexta-feira (18), o Grupo +Unidos, em parceria com a Câmara Americana de Comércio (Amcham), realizou o primeiro encontro Education Lunch: (Re) Pense Educação e Tecnologia.
O evento contou com a participação das palestrantes Esther Wojcicki (Palo Alto High School), Neca Setubal (Fundação Tide Setubal) e Priscila Cruz (Todos Pela Educação), e teve como objetivo a discussão sobre o impacto dos setores público e privado no cenário educacional no país. Ao todo, 80 executivos de diversas áreas participaram do debate, que foi realizado na sede da Amcham, em São Paulo.
“O setor privado pode atuar de forma mais estratégica na educação”, afirmou a socióloga Neca Setubal durante sua apresentação. “Isso pode ser realizado com o financiamento de pesquisas na área, por exemplo”. Para pesquisadora, além do esforço necessário para valorizar o conhecimento, ainda é necessário investir em políticas públicas e gestão pedagógica. Já a jornalista e educadora Esther Wojcicki falou da importância de inspirar os jovens e fazer com que eles aprendam cada vez mais cedo. “Cada aluno precisa de um campeão, que vai mostrar a necessidade de se engajar nos estudos e produzir melhores resultados”, disse. O evento também abordou temas como a origem e o combate às Fake News, a importância em despertar o espírito crítico nos estudantes e a necessidade de mudanças no formato atual das escolas.
Gabriela Szprinc, diretora presidente do +Unidos e Head of Small Business, channel and social Innovation no Paypal, em seu discurso, agradeceu a oportunidade de patrocinar o evento e relembrou, com orgulho, que o Grupo +Unidos começou na Amcham. “O +Unidos objetiva ter um fundo de investimento social colaborativo com foco em projetos de educação e também de tecnologia”, declarou. Para ela, as iniciativas do Grupo levam os jovens a entenderem as oportunidades, de forma a abrir o campo de visão deles.
PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA, BOLSA DE NOVA YORK SERÁ COMANDADA POR UMA MULHER

PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA, BOLSA DE NOVA YORK SERÁ COMANDADA POR UMA MULHER

Após 226 anos de história do mercado de Wall Street, uma mulher foi nomeada na presidência do maior mercado de capitais do planeta. Stacey Cunningham, de 43 anos, era diretora de Operações da bolsa de Valores de Nova York e assume o comando da bolsa de Nova York no lugar de Tom Farley, que está deixando a empresa.

O anúncio foi antecipado na segunda-feira (21) à noite pelo The Wall Street Journal e confirmado nas redes sociais oficiais do grupo Nyse. Stacey assume o cargo nesta sexta-feira (25).

Perfil 

Stacey Cunningham é formada em engenharia industrial pela Universidade de Lehigh, na Pensilvânia. Cunningham trabalhou pela primeira vez na Nyse em 1994, como operadora no pregão da Bolsa. Já entre os anos de 1996 e 2005, ela foi analista do Bank of America Specialist para a Nyse. Depois, se tornou executiva da Nasdaq e, em 2012, retornou para a Nyse, onde se tornou diretora de Operações em 2015.

Ela se torna a  67ª presidente na história da instituição. A  nomeação chega um ano e meio depois de Aden Friedman  ter assumido também como primeira CEO da bolsa de Nasdaq. Com a nomeação de Stacey, as duas das bolsas mais importantes do mundo serão lideradas por mulheres.

Bolsa de valores

A Bolsa de Valores de Nova York, com sede em Wall Street, foi criada em 1972 e faz parte da Intercontinental Exchange, uma empresa americana. Entre 2002 e 2008 a instituição já teve uma mulher no cargo de presidente, Catherine Kinney, mas a  presidência era compartilhada com um executivo. Stacey Cunningham será a  primeira mulher no comando da NYSE.

Fonte: http://www.jb.com.br

FACEBOOK E QUALCOMM QUEREM LEVAR CONEXÕES WI-FI ULTRAVELOZES ÀS CIDADES

FACEBOOK E QUALCOMM QUEREM LEVAR CONEXÕES WI-FI ULTRAVELOZES ÀS CIDADES

Parece que o Facebook não abandonou seus planos de expandir ainda mais os seus horizontes com a criação de uma infraestrutura de rede Wi-Fi capaz de se propagar facilmente entre os prédios das cidades.

Acontece que esse objetivo está cada vez mais próximo de se tornar realidade com o projeto Terragraph, que foi apresentado originalmente pela rede social em meados de 2016. Conforme noticiou o Engadget, a companhia está trabalhando lado a lado com a Qualcomm para lançar um sistema de rede sem fio de frequência milimétrica de 60 Ghz que deve impulsionar o alcance máximo de distribuição de internet Wi-fi em ambientes urbanos.

Nessa parceria, a Qualcomm deve desenvolver chipsets capazes de suportar a tecnologia de 60 GHz, garantindo que todos os aparelhos móveis da próxima geração aproveitem o máximo das conexões sem fio espalhadas pelas cidades. As expectativas são de que os primeiros testes com o sistema sejam iniciadas em 2019.

Especificações do Terragraph

As principais características do Terragraph incluem conexões com base no padrão WLAN 802.11ay, que funcionam sob a frequência de 60 Ghz e que devem oferecer taxas de transferência de dados entre 20 e 40 Gbps em distâncias que variam de 300 a 500 metros.

No caso do limite do alcance de sinal, essa barreira pode ser quebrada com a implementação de matrizes de antenas, bem como com a utilização de intercomunicações de diferentes canais, nós sincronizados e protocolos de conexão TDMA, podendo superar os principais obstáculos urbanos com uma infraestrutura de menor custo e com maior eficiência na propagação do sinal sem fio.

Estações de distribuição de sinal do Terragraph (Imagem: Facebook)
Estações de distribuição de sinal do Terragraph (Imagem: Facebook)

Foto: Canaltech

O principal objetivo do projeto é levar internet de alta velocidade a locais onde as redes de fibra ótica são exageradamente caras para serem instaladas. De forma complementar, o Facebook também desenvolveu um sistema de integração de rádio, chamado de ARIES, com a finalidade de oferecer transmissões de sinais sem fio por longas distâncias em regiões rurais menos densas.

Entretanto, ainda não está claro se o Facebook adotará um formato de serviço semelhante ao Google Fiber, que oferece acesso gratuito limitado e planos pagos em algumas cidades nos Estados Unidos; ou se a distribuição da conexão em áreas urbanas acontecerá por meio de um sistema totalmente gratuito, porém com restrições de acesso a alguns serviços online para todos os usuários.

Fonte: terra.com.br

 

MICROSOFT DESENVOLVE CONTROLE DE XBOX PARA PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA

MICROSOFT DESENVOLVE CONTROLE DE XBOX PARA PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA

Na última quarta-feira (16), o canal oficial do Xbox no Youtube publicou seu novo projeto em desenvolvimento. Trata-se do Xbox Adaptive Controller, uma versão do controle tradicional que visa atender gamers com problemas de mobilidade reduzida.
O produto foi idealizado em conjunto com a AbleGamers e a Cerebral Palsy Foundation, a partir de sugestões de pessoas com dificuldade motora. O joystick tem botões maiores e comandos separados, mais fáceis de apertar.

O controle possui 19 entradas USB que permitem ao usuário colocar acessórios, como pedais, para que a experiência do jogo fique o mais confortável possível. Segundo o idealizador do Adaptive Controller, é possível jogar com uma mão só, com o pé, com o ombro e até com o queixo.

No vídeo divulgado pela página, pacientes do hospital Craig, no Colorado, usam o aparelho como parte do tratamento para adquirir mobilidade. Além de proporcionar uma melhor experiência para os jogos, o controle foi criado objetivando estimular os movimentos.

Fonte: folhape.com.br