Na última sexta-feira (18), o Grupo +Unidos, em parceria com a Câmara Americana de Comércio (Amcham), realizou o primeiro encontro Education Lunch: (Re) Pense Educação e Tecnologia.
O evento contou com a participação das palestrantes Esther Wojcicki (Palo Alto High School), Neca Setubal (Fundação Tide Setubal) e Priscila Cruz (Todos Pela Educação), e teve como objetivo a discussão sobre o impacto dos setores público e privado no cenário educacional no país. Ao todo, 80 executivos de diversas áreas participaram do debate, que foi realizado na sede da Amcham, em São Paulo.
“O setor privado pode atuar de forma mais estratégica na educação”, afirmou a socióloga Neca Setubal durante sua apresentação. “Isso pode ser realizado com o financiamento de pesquisas na área, por exemplo”. Para pesquisadora, além do esforço necessário para valorizar o conhecimento, ainda é necessário investir em políticas públicas e gestão pedagógica. Já a jornalista e educadora Esther Wojcicki falou da importância de inspirar os jovens e fazer com que eles aprendam cada vez mais cedo. “Cada aluno precisa de um campeão, que vai mostrar a necessidade de se engajar nos estudos e produzir melhores resultados”, disse. O evento também abordou temas como a origem e o combate às Fake News, a importância em despertar o espírito crítico nos estudantes e a necessidade de mudanças no formato atual das escolas.
Gabriela Szprinc, diretora presidente do +Unidos e Head of Small Business, channel and social Innovation no Paypal, em seu discurso, agradeceu a oportunidade de patrocinar o evento e relembrou, com orgulho, que o Grupo +Unidos começou na Amcham. “O +Unidos objetiva ter um fundo de investimento social colaborativo com foco em projetos de educação e também de tecnologia”, declarou. Para ela, as iniciativas do Grupo levam os jovens a entenderem as oportunidades, de forma a abrir o campo de visão deles.
Compartilhe esse conteúdo: